Data : 02/09/2016

Dados sujeitos a alteração sem aviso prévio.

O conteúdo deste material on-line não expressa, necessariamente, a nossa opinião.

Reportar erro

Programa da visita do Papa a Assis:

Dia Mundial de Oração pela Paz

assis

Cidade do Vaticano (RV) – A Sala de Imprensa da Santa Sé publicou, nesta quinta-feira (01/9), o Programa da Visita que o Papa vai fazer a Assis, no próximo dia 20 de setembro, por ocasião do Dia Mundial de Oração pela Paz, cujo tema será: “Sede de paz: religiões e culturas em diálogo”.
O Santo Padre vai deixar o Vaticano, de helicóptero, às 10h30, hora local (5h30 de Brasília). Após cerca de meia-hora chegará ao campo esportivo “Migaghelli”, em Santa Maria dos Anjos, onde será acolhido por Dom Domenico Sorrentino, Arcebispo de Assis, e autoridades civis e religiosas locais.
A seguir, se dirigirá ao Sacro Convento de Assis, onde encontrará o Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeo I; um Representante Muçulmano; o Arcebispo de Cantuária, Justin Welby; Patriarca Siro-Ortodoxo de Antioquia, Efrém II; um Representante do Judaísmo; o Líder Supremo dos “Tendai”, Japão.
Todos juntos se dirigirão ao Claustro de Sisto IV, onde estarão reunidos os Representantes das Igrejas e Religiões Mundiais, e os Bispos da região italiana da Úmbria.
Depois da saudação a cada um dos Representantes religiosos, o Santo Padre se dirigirá ao refeitório do Sacro Convento de Assis para o almoço, do qual participarão algumas vítimas das guerras.
Durante o almoço, o Presidente da Comunidade romana de Santo Egídio, Marco Impagliazzo, vai recordar os 25 anos de governo de Bartolomeu I no Patriarcado de Constantinopla.
Na parte da tarde, o Papa manterá encontros pessoais com Bartolomeo I, o Representante Muçulmano, o Arcebispo de Cantuária, o Patriarca Efrém II e o Representante do Judaísmo.
Às 16h00 (11h00 de Brasília, haverá momentos de oração pela Paz, na Basílica Inferior de São Francisco: Oração Ecumênica dos Cristãos.
Depois da oração, todos os participantes saem da Basílica Inferior, se encontram com os Representantes das outras Confissões Religiosas, que rezaram pela Paz em outros lugares, tomam lugar no palco montado na Praça São Francisco, para a cerimônia conclusiva. Serão pronunciadas Mensagens de uma vítima da guerra e das principais autoridades Religiosas.
Depois da saudação de André Riccardi, Fundador da Comunidade romana de Santo Egídio, o Papa Francisco pronunciará seu discurso.
Por fim, será lido um Apelo de Paz, que será entregue a Crianças de várias Nações; haverá um momento de silêncio pelas vítimas das guerras; a assinatura do Apelo de Paz; a ascensão de dois candelabros e o intercâmbio da Paz.
O Santo Padre se despede dos presentes e regressa, de helicóptero, ao Vaticano, onde chegará pelas 19h35 (14h35 de Brasília). (MT)