Data : 18/08/2016

Dados sujeitos a alteração sem aviso prévio.

O conteúdo deste material on-line não expressa, necessariamente, a nossa opinião.

Reportar erro

Papa institui organismo para leigos, família e vida

orgaDocumento de instituição foi publicado hoje pelo Vaticano; novo órgão será conduzido por bispo dos EUA

Da Redação, com Vaticano

Com o Motu Proprio (documento de próprio punho) Sedula Mater publicado nesta quarta-feira, 17, o Papa Francisco instituiu um organismo da Igreja para cuidar de assuntos referentes aos leigos, família e a vida.

Este novo órgão é composto pelos antigos Pontifícios Conselhos para os leigos e para a família. O prefeito do novo dicastério também foi nomeado hoje pelo Papa: Dom Kevin Joseph Farrell, até então bispo de Dallas (EUA).

No documento publicado hoje, o Papa explica que a Igreja sempre teve cuidado e um olhar dirigido para os leigos, a família e a vida, manifestando o amor de Deus para com a humanidade. Nesse sentido, os “pastores do rebanho” se esforçam para que as riquezas de Cristo possam fluir sobre os fiéis.

“O Dicastério (órgão) para os Leigos, a Família e a Vida será disciplinado por estatutos especiais. Competências e funções até então pertencentes ao Pontifício Conselho para os Leigos e ao Pontifício Conselho para a Família serão transferidas a este dicastério a partir de 1º de setembro, com a definitiva cessação dos supracitados Pontifícios Conselhos”, escreve o Papa na Carta Apostólica.

O estatuto do novo organismo havia sido previamente aprovado pelo Papa em junho e mantém a ligação com o Pontifício Instituto João Paulo II de Estudos sobre o Matrimônio e a família, para o qual Dom Vincenzo Paglia foi nomeado como novo chanceler e Dom Pierangelo Sequeri. Foi nomeado como diretor.