Data : 14/07/2015

Dados sujeitos a alteração sem aviso prévio.

O conteúdo deste material on-line não expressa, necessariamente, a nossa opinião.

Reportar erro

O retrato eclesial de Maria

8.3.2 O retrato eclesial de Maria

retrato2Entre as questões mais urgentes que a Igreja enfrenta nestas últimas décadas, estão a dignidade humana, a justiça e a paz/libertação, o papel das mulheres e a evangelização. A busca por nossa identidade e missão no período entre 1968-1995 deu-nos valioso discernimento mostrando como uma fraternidade contemplativa no meio do povo pode responder a estas questões. Os estudos marianos que apareceram na Igreja podem nos ajudar sobre estas questões. Cada grupo de linguagem terá seus próprios trabalhos ou traduções originais. Vamos dar aqui apenas algumas indicações sobre os tipos de trabalho que podem ser úteis.

Nas questões sobre a dignidade humana apontamos, partindo de nossa tradição e da experiência contemporânea da Ordem, os valores de fraternidade entre os irmãos e as irmãs. Os trabalhos marianos que nos ajudam a desenvolver nosso serviço nesta área são os trabalhos que se concentram na imagem eclesial de Maria.305 Os valores de fraternidade e de sororidade sempre correm o risco de parecerem interiores. Contemplando Maria no meio da Igreja, como seu modelo, Mãe e companheira, fugimos da mesquinhez. Ao lermos a mariologia eclesial lembramos nossa própria devoção especial de Padroeira, Mãe, Irmã, e Virgem Puríssima. Estes títulos, junto com nossa consciência da presença de Maria, dão calor e humanidade à uma visão mariana eclesial que, do contrário, poderia ser muito intelectual.

Deixe uma Resposta

*

captcha *